RESILIÊNCIA

RESILIÊNCIA

Seguidores

SEJA BEM VINDO AO MEU BLOG. QUE ELE SEJA UM INSTRUMENTO A MAIS NA SUA APRENDIZAGEM, CONTRIBUINDO PARA A AQUISIÇÃO DE NOVOS CONHECIMENTOS.
PAZ DE JESUS EM SEU CORAÇÃO.
Se houver imagens ou textos postados aqui no blog sem as referências de origem solicito que me avisem e eu colocarei os seus devidos créditos. Obrigado pela visita e volte sempre. Desde já agradeço!

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

DOURADOS 80 ANOS: PIONEIROS DE DOURADOS

A região onde hoje se encontra o município de Dourados começou a receber um grande fluxo de imigrantes de várias partes do Brasil. A partir de 1884, começaram a chegar os primeiros povoadores dessa área. Entre 1888 e 1889, fortes grupos de desbravadores chegavam em busca da terra. Deles faziam parte os mineiros Antonio Francisco e José Vicente Azambuja, que, às margens do Rio Santa Maria, fundaram uma fazenda, que recebeu o nome do mencionado rio.
Em 1909, cerca de 50 pioneiros (destacava-se nesse grupo Marcelino Pires, Januário Pereira de Araújo e Joaquim Teixeira Alves) que iniciam um trabalho apoiado na criação de um patrimônio. Atraídas pelas notícias de boas terras, novas famílias chegam à região. Esses “forasteiros” ocuparam vários recantos do patrimônio. Seu povoamento foi efetuado principalmente:
     Pela chegada de muitos imigrantes paraguaios, que vinham em busca de melhores condições de vida, uma vez que seu país ficara arruinado com a guerra;
     Pela vinda de gaúchos que chegam à região em razão dos preços das terras serem baixos e passam a ocupar lotes de terras.
     Pelo desenvolvimento da cultura pastoril, principalmente por famílias mineiras;
   Pela construção da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, de 1904 a 1914, atraindo paulistas para região;
  Pela ação da Companhia Mate Laranjeira S/A, que deteve o monopólio da exploração dos ervais em toda a região
   Pela chegada dos nordestinos: essa vertente migratória veio em direção ao Centro-Oeste atraída pelos imensos espaços vazios, para expandir a fronteira agrícola, motivados pelo sonho de terem um pedaço de terra.
 Pela chegada dos imigrantes árabes, principalmente os Sírios e Libaneses, entre eles Martim Turco, cujo nome seria José Martins. A partir de 1920 chegam à região as famílias Milan, Rasselen, Faker e Rasslan. A principal atividade desses imigrantes era o comércio.

 A imigração japonesa para Dourados começou em 1952, embora já houvesse em 1927 uma família japonesa no patrimônio, quando o navio Ruys atracou no Porto de Santos com 22 famílias, num total de 112 pessoas, que vieram para o Brasil especificamente para se estabeleceram na Colônia Agrícola Nacional de Dourados. Porém antes mesmo da imigração oficial, a cidade já havia recebido diversas famílias japonesas, com destaque para a família do Senhor Jorge Nakagaki, que nasceu em Wakayama, em 1912, sendo considerado o primeiro imigrante japonês a chegar a Dourados, por volta de 1946. A partir de então, muitas outras famílias chegaram em Dourados, entre elas a do Senhor Kiheiji Nishimura e a do Senhor Toshinobu Katayama. 


4 comentários:

  1. Feliz quarta-feira!
    Passando para desejar ao querido blogueiro Gilberto muita saúde e felicidades neste mês novinho que se inicia.
    Nicinha

    ResponderExcluir