RESILIÊNCIA

RESILIÊNCIA

Seguidores

SEJA BEM VINDO AO MEU BLOG. QUE ELE SEJA UM INSTRUMENTO A MAIS NA SUA APRENDIZAGEM, CONTRIBUINDO PARA A AQUISIÇÃO DE NOVOS CONHECIMENTOS.
PAZ DE JESUS EM SEU CORAÇÃO.
Se houver imagens ou textos postados aqui no blog sem as referências de origem solicito que me avisem e eu colocarei os seus devidos créditos. Obrigado pela visita e volte sempre. Desde já agradeço!

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

FELICIDADE É UM FRUTO QUE SE COLHE DA FELICIDADE QUE SE SEMEIA.


Cada espírito é um canal de bênçãos, em se mantendo ligado às Leis do Criador. Lembre-se: você pode espalhar compreensão e otimismo...
Contemple a fonte ao dissipar as formações de lama que se lhe atira à corrente. Não se detenha em pessimismo e azedume...
Qualquer tristeza manifestada impulsiona os tristes a ficarem mais tristes. Fraqueza à mostra enfraquece os fracos ainda mais...
Encoraje o próximo com o seu sorriso, entregando suas mágoas a Deus. Não se sabe de benefício algum que o desânimo tenha realizado...
Siga em frente, criando simpatia e amizade, esperança e cooperação. Felicidade é um fruto que se colhe da felicidade que se semeia.
Plante amor e paz e a vida lhe trará farta colheita de paz e amor...
Quando a provação lhe apareça, terá surgido o seu momento mais importante para comunicar fé e coragem aos companheiros.
Quando o sofrimento desponte na estrada de alguém, estará você obtendo o instante dourado de auxiliar.
Haja o que houver, distribua confiança e bom ânimo, porque a alegria é talvez a única dádiva que você é capaz de ofertar sem possuir...

André Luiz 
(Do livro “Buscas e Acharás” – Chico Xavier)

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

SOMOS PROFESSORES E COM MUITO ORGULHO.


Texto: Professor Gilberto Cantú
Se você conseguiu ler esta primeira frase agradeça a eles: seus professores.
Seja quem for, do mais humilde àquele que se acha o mais célebre dos viventes.
O SER professor, missão nobre, divina, mas que recebe pouco ou quase nenhum reconhecimento pelo exercício dessa missão.
O SER professor que precisa diariamente ouvir: vamos companheiro, não desista, insista, persista.
Vai para você um NÃO desanime.
Não desanime pela pilha de provas e trabalhos que levaste para corrigir em casa no final de semana. E chegar à conclusão: “nossa que desastre”, “não entenderam nada”.
Não desanime pelas aulas preparadas às meias noites ou madrugadas de todos os dias.
Não desanime por ser professor de carreira: corre dessa escola para outra. Do contrário, não completa a carga horária e o salário.
Não desanime pelo almoço apenas engolido, porque tens que ir ao próximo período ou à outra escola. Ah, o lanche da escola você está proibido de comer.
Não desanime porque o seu salário somente é aumentado com dolorosas greves. Ah, tem que repor depois. E somente você precisa repor uma greve.
Não desanime se os mandatários da educação, jornalistas, pais dos seus alunos, o dono do boteco, dizem que recebes bem, tem muitas regalias, duas férias por ano, e que deverias se aposentar quando trocar os livros pela bengala.
Não desanime por ficar até altas horas baixando vídeos ou músicas, montando slides, rabiscando atividades, criando jogos lúdicos para facilitar o entendimento do conteúdo pelo seu aluno.
Não desanime se tens que tirar dinheiro do próprio bolso para comprar ou preparar o material que a escola não tem.
Não desanime por trabalhar em hora extra nas festinhas da escola para arrecadar fundos para mantê-la, pois é necessário cortar gastos, a crise está forte, não tem mais dinheiro para investir na educação.
Não desanime pela viagem que não fizeste no final de semana porque não tem tempo ou o salário nem entrou na tua conta e já acabou.
Não desanime se vais trabalhar doente porque não quer deixar seus alunos sem aula naquele dia, pois o conteúdo era importante ou tinha prova.
Não desanime se perceber teu aluno se perdendo na bagunça, na indisciplina, na falta de interesse e mesmo tentando salvar aquele cidadão, parece uma batalha perdida.
Não desanime se seus problemas em casa são enormes, mas precisas deixa-los de lado, colocar um sorriso no rosto e entrar em sala de aula de bem com a vida, de bom humor.
Não desanime se sentir na fala ou no semblante de seu aluno, abusos, fome, violência, pobreza, dor, indiferença, desrespeito, problemas para mediar, além de ter que dar a sua aula.
Não desanime se o teu aluno não faz as atividades de sala, os trabalhos ou as tarefas e  ao entregar o boletim, te perguntarem porque ele ficou com essa média, como pode isso.
Não desanime porque não consegues dar a sua aula, pois precisa a todo o momento parar para pedir atenção, silêncio, estou explicando a matéria, façam a atividade.
Não desanime se vês mais os seus alunos do que sua própria família, parentes ou amigos, pois a sua jornada acabou na escola, mas o final de semana é o dia da faxina, do tanque, do ferro de passar roupa.
Não desanime se antes eras chamado de mestre, senhor (a) e hoje te chamam de “e aí tio (a), e aí tiozinho” ou que nem seja lembrado em seu próprio dia, porque o seu dia sempre é na “Semana do Saco Cheio”.
Enfim, não desanimem NOBRES colegas, vamos em frente companheiros, não desistam, insistam, persistam. E mesmo passando por tudo isso e muito mais, sejamos firmes, pois nossa missão é linda, nossos alunos e nosso país precisa de nós.
Sabemos, merecemos e devemos ser valorizados pelo nosso trabalho profissional, pois passam pela escola, por nossas mãos todos os cidadãos desta nossa Pátria Brasil.

Parabéns pelo nosso dia, pela nossa perseverança.

terça-feira, 11 de outubro de 2016

UMA UNIÃO DE PRATA QUE VALE OURO!

O amor só é amor, se não se dobrar a obstáculos e não se curvar a vicissitudes… é uma marca eterna… que sofre tempestades sem nunca se abalar.
(William Shakespeare).
Completamos Bodas de Prata, 25 anos de casamento, uma união de prata que vale ouro. São anos e anos de amor, de companheirismo, de sentimentos sinceros e verdadeiros, de amizade e dedicação um ao outro e à família que juntos construímos, nossa maior riqueza. 
O amor que nos une tem sido a chave para todas as portas, até as mais difíceis de abrir. E olha que foram várias. E isso demonstra  quanto o amor e a força do nosso matrimônio são poderosos, resultado das bênçãos divinas que fomos recebendo a todo amanhecer de cada novo dia da nossa vida a dois e da nossa vida em família.
Nós tivemos sempre a fé em Deus, a esperança da vitória e a coragem de procura-la. Tivemos sempre a dignidade de partilharmos as nossas angústias, dores, incertezas e desesperos. Nos momentos bons e nos maus, nos fáceis e nos difíceis, no riso e na lágrima, soubemos nos manter unidos.
Nosso matrimônio conheceu momentos de alegria e felicidade, outros de luta e empenho, e sempre mantivemos o amor e a união que prometemos diante do altar de Nosso Senhor.
A nossa maior alegria são os frutos do nosso amor e da criação divina, nossos filhos. Juntos somos fortes, somos felizes, somos completos. Nossos filhos, Jean e Luana, nós os amamos acima de tudo! Agradecemos por fazerem a nossa existência completa, por trazerem sentido à nossa vida!
Agradecemos a Deus, por termos cruzado o caminho um do outro encontramos e compartilharmos a nossa vida. Nós Te agradecemos pela Tua infinita generosidade e misericórdia conosco!
Continue conosco, nos abençoando, nos protegendo e nos guiando pelos caminhos da fé, da sabedoria e do amor. E que nossa união seja sempre por Ti abençoada.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

DEUS SÓ TIRA ALGO DE NÓS SE FOR PARA DAR ALGO MELHOR AINDA


Vivemos num mundo onde muitas vezes nos decepcionamos, com pessoas que convivemos, que fazem parte de nosso dia, e principalmente que amamos incondicionalmente, exatamente por isso temos maior facilidade de nos decepcionar, porque acabamos criando em nossas mentes e acreditamos que elas sejam praticamente, como super-heróis, e heroínas, e ao vermos que elas também falham, surte um efeito doloroso...

Quanto a perda  de pessoas, objetos, algo que realmente queremos, muitas vezes, não conseguimos simplesmente entender, e ficamos, nos martirizando do porque disso acontecer justamente com nós, sendo assim ao perder algo que realmente, queríamos, almejávamos, a decepção é certa, pensamos aonde foi que erramos, e o que poderia ter sido diferente?

Mas muitas vezes esquecemos, que quando Deus permite que nós perdemos algo que realmente, amávamos, ou queríamos, pode ser porque ele quer nos dar algo melhor, ou simplesmente, porque ainda não é chegada a hora, de o termos...

Quando as coisas parecem ser difíceis claro que não devemos desistir na hora, porque Deus quer ver qual o preço que realmente estamos dispostos a pagar, para obter o que queremos, e se realmente somos merecedores. É necessário lutar, porque sem lutas, não há vitórias, e sem vitórias não há realizações, uma coisa leva a outra...

Devemos dar o nosso melhor, no que for, pedir auxílio de Deus em tudo, devemos ser dependentes dele, e aceitar, sua vontade, porque só ele tem a plena certeza do que realmente é bom para nós... Precisamos lutar, não devemos desistir do que queremos.  As adversidades podem acontecer, mas quando Deus quer não há quem o impeça de fazer, quantas vezes você achava que não tinha mais solução, para um determinado assunto, e de repente vê tudo se encaminhando, tudo sendo guiado, como se uma mão colocasse as coisas no seu devido lugar? Acontece que não parece uma mão, é a mão de Deus que se move ao seu favor.

E se realmente ele não conceder o que teu coração deseja, é porque ele tem preparado algo melhor pra você, lute, e quando for a hora certa vai acontecer.

Fernando Sabino

sábado, 1 de outubro de 2016

ARQUEÓLOGOS DESCOBREM RESTOS NO FUNDO DO MAR E CONFIRMAM QUE MOISÉS ATRAVESSOU O MAR VERMELHO!

A descoberta de restos do exército egípcio no fundo do mar é a prova.

O Ministério de Antiguidades do Egito anunciou que uma equipe de arqueólogos subaquáticos tinha descoberto o que resta de um grande exército egípcio do século 14 a. C, na parte inferior do Golfo de Suez, a 1,5 km do litoral da cidade moderna de Ras Gharib. 
A equipe estava em busca dos restos de navios antigos e artefatos relacionados com a Idade da Pedra e do comércio da Idade do Bronze na região do Mar Vermelho, quando tropeçou em uma gigantesca massa de ossos humanos escurecidos pela idade.
Os cientistas conduzido pelo Professor Abdel Muhammad Gader e associados àFaculdade de Arqueologia da Universidade do Cairo, já recuperaram um total de mais de 400 esqueletos diferentes, assim como centenas de armas e peças de armadura, também os restos de dois carros de guerra, espalhados em uma área de aproximadamente 200 metros quadrados.
Eles estimam que mais de 5000 outros esqueletos poderiam estarem dispersos em uma área maior, sugerindo que um exército de grande tamanho que pereceu no local.
Esta magnífica lâmina de uma khopesh egípcia, foi certamente a arma de um personagem importante. Ele foi encontrado perto dos restos de um carro de guerra ricamente decorado, sugerindo que poderia ter pertencido a um príncipe ou nobre.
Muitas pistas sobre o local trouxeram Professor Gader e sua equipe a concluir que os corpos podem estar ligados ao famoso episódio do Êxodo. Em primeiro lugar, os soldados antigos parecem ter morrido em terra seca, uma vez que não há vestígios de barcos ou navios encontrados na área.
As posições dos corpos e o fato de que eles foram presos em uma grande quantidade de argila e rocha, implica que eles poderiam ter morrido em um deslizamento de terra ou um maremoto.
O número de corpos sugere que um grande antigo exército pereceu no local e a forma dramática pela qual eles foram mortos, ambos parecem corroborar a versão bíblica da travessia do Mar Vermelho, quando o exército do faraó egípcio foi destruído quando o povo judeu tinha passado pelo mar vermelho.
Esta nova descoberta certamente prova que houve de fato um exército egípcio de grande porte que foi destruído pelas águas do Mar Vermelho durante o reinado de Akhenaton.
Durante séculos, o famoso relato bíblico da “travessia do Mar Vermelho” foi desacreditado pela maioria dos estudiosos e historiadores como mais simbólico do que histórico.
Esta descoberta surpreendente traz prova científica inegável que um dos mais famosos episódios do Antigo Testamento era de fato, baseado em um evento histórico.
Ele traz uma nova perspectiva marca em uma história que muitos historiadores têm vindo a considerar por anos como uma obra de ficção, e sugerindo que outros temas como as “pragas do Egito” poderia de fato ter uma base histórica.
Operações de pesquisa e de recuperação irão acontecer no local ao longo dos próximos anos, porque o Professor Gader e sua equipe já anunciaram o seu desejo de recuperar o resto dos corpos e artefatos no local que acabou de ser conhecido por ser um dos mais ricos sítios arqueológicos subaquáticos já descobertos em toda história. 
http://www.apocalipsenews.com/religiao/arqueologos-descobrem-restos-no-fundo-do-mar-e-confirmam-que-moises-atravessou-o-mar-vermelho/

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

quarta-feira, 13 de julho de 2016

A arte de ser feliz



Acorde todas as manhã com um sorriso. Esta é mais uma oportunidade que você tem para ser feliz. Seja seu próprio motor de ignição. O dia de hoje jamais voltará. Não o desperdice, pois você nasceu para ser feliz!

Enumere as boas coisas que você tem na vida. Ao tomar consciência do seu valor, você será capaz de ir em frente com muita força, coragem e confiança!

Trace objetivos para cada dia. Você conquistará seu arco-íris, um dia de cada vez. Seja paciente.

Não se queixe do seu trabalho, do tédio, da rotina, pois é o seu trabalho que o mantém alerta, em constante desenvolvimento pessoal e profissional, além disso, o ajuda a manter a dignidade.

Acredite, seu valor está em você mesmo. Não se deixe vencer, não seja igual, seja diferente. Se nos deixarmos vencer, não haverá surpresas, nem alegrias...

Conscientize - se que a verdadeira felicidade está dentro de você. A felicidade não é ter ou alcançar, mas sim dar. Estenda sua mão.

Compartilhe. Sorria. Abrace. A felicidade é um perfume que você não pode passar-nos outros sem que o cheiro fique um pouco em suas mãos.

O importante de você ter uma atitude positiva diante da vida, ter o desejo de mostrar o que tem de melhor, é que isso produz maravilhosos efeitos colaterais.

Não só cria um espaço feliz para o que estão ao seu redor, como também encoraja outras pessoas a serem mais positivas.

O tempo para ser feliz é agora.
O lugar para ser feliz é aqui!


Fonte: http://www.velhosabio.com.br/mensagem/132/A+arte+de+ser+feliz.htm

terça-feira, 24 de maio de 2016

REPASSANDO: BENEFÍCIOS DE UM BOM CHIMARRÃO E /OU TERERÉ


O tradicional mate, tomado em grupo na forma de chimarrão (principalmente no sul do país) ou como tererê (no sudeste e centro-oeste), interfere na absorção de alguns nutrientes e ajuda a eliminar algumas substâncias (principalmente tóxicas) do corpo, mas não influência na absorção das vitaminas. Muito pelo contrário, o chá-mate é considerado um dos alimentos mais completos por possuir uma grande quantidade de nutrientes essenciais ao nosso corpo, como alguns alcaloides (cafeína, teofilina, metilxantina e teobromina), vitaminas (principalmente do Complexo B), sais minerais (alumínio, cálcio, fósforo, ferro, magnésio, manganês e potássio), proteínas, açúcares, lipídios, celulose, dentre outros compostos. 
Pesquisas apontam que os benefícios são muitos, então para quem curte um “chima” ou um tererê, pegue lá seu mate e vamos a uma lista com alguns de seus benefícios para a saúde. 
Confira:
1- Ajuda na queima de calorias:
Com propriedades digestivas, o mate pode auxiliar em dietas e atividades físicas. Além de dar aquela disposição para exercícios devido a cafeína, eliminando assim a fadiga, graças a outros alcaloides em sua composição (como as metilxantinas) estimulam a queima de gordura. A principal vantagem em relação a outros estimulantes, como, por exemplo, o café, é que o mate não tem o mesmo efeito colateral de irritabilidade e insônia. No entanto, deve ser evitado por hipertensos, pessoas com problemas de ansiedade grave e por pessoas com anemia, já que possui substâncias estimulantes e que absorvem o ferro.
2- Controla os níveis de colesterol e a taxa de glicose no sangue
Estudos apontam que a erva mate é um grande aliado no controle do colesterol e diabetes. Inclusive, o consumo de chimarrão, associado ao remédio para colesterol alto, pode chegar a triplicar a eficiência do tratamento. A diminuição do colesterol se deve principalmente a duas substâncias encontradas no mate: as saponinas (que, dentre seus principais efeitos, está a ação anti-inflamatória) e compostos fenólicos (com forte ação antioxidante). Essas substâncias são responsáveis por bloquear a absorção de colesterol no intestino delgado e inibir a produção de gorduras no fígado. Os compostos fenólicos também são ótimos aliados para pessoas com diabetes, interferindo na síntese e absorção de açúcares.
3- A erva-mate tem ação diurética
Além das propriedades laxativas, as metilxatinas (cafeína e teobromina) possuem efeito diurético, o que faz com que mais água seja eliminada mais rapidamente do corpo. Por isso, o chimarrão não pode substituir a hidratação com água. Tomado quente, o chimarrão auxilia ainda mais como diurético. Por isso, apesar de ser um auxiliar para a prática de exercícios, é importante que após as atividades físicas ocorra a reposição de água.
4- O mate é benéfico para o sistema cardiorrespiratório e nervoso
Por ser um tônico estimulante do coração e do sistema nervoso o mate pode proporcionar benefícios para estados depressivos. Também auxilia na resistência muscular (e consequentemente evitando fadiga), regula e regenera algumas funções da respiração, além de ajudar na parte cognitiva, dentre outros efeitos. A erva também auxilia na “potência” de outros músculos, pois é um afrodisíaco, ajudando a combater a infertilidade e impotência.
5- Atenção aos vaidosos: a erva mate previne o envelhecimento
Por possuírem antioxidantes (como os compostos fenólicos), combatem o envelhecimento celular, tendo assim um papel importante na regeneração das células. Dessa forma, apesar de não ser uma “fonte da juventude”, o mate ajuda a prevenir o envelhecimento precoce. Ele também ajuda a prevenir uma das doenças mais comuns na terceira idade: a osteoporose.

Fonte: http://diariodebiologia.com/2015/12/voce-tem-costume-de-tomar-chimarrao-entenda-porque-voce-deveria-sim-ter-o-habito-de-tomar-essa-bebida/


segunda-feira, 16 de maio de 2016

*CHEIOS DE FOME*

Que ninguém acuse o PMDB de incoerência e contradição. Para negar valores é preciso primeiro que eles existam, diz historiador
Escrevo com o Brasil já sob nova administração. Crônica de uma morte longamente anunciada, a presidente Dilma foi afastada do cargo e o vice, Michel Temer, assumiu o posto máximo do Executivo. 
Vices são fundamentais no Brasil. A história da República tem tantos que seria prudente colocar em primeiro plano, nas próximas eleições, as ideias e a biografia do eventual substituto. 
Deodoro foi nosso primeiro presidente, mas renunciou meses após ter sido eleito. Seu vice- Floriano Peixoto, trouxe energia e ideologia ao cargo, e é chamado de “consolidador da República”. Nosso primeiro presidente civil, Prudente de Morais, tinha saúde frágil e o vice, o médico Manuel Vitorino Pereira, teve oportunidade de substituí-lo. A morte do presidente Afonso Pena, em 1909, levou o vice Nilo Peçanha ao poder. A gripe espanhola levou o eleito Rodrigues Alves e seu vice, Delfim Moreira, assumiu entre 1918 e 1919. O assassinato de um vice, João Pessoa, em 1930, foi o estopim de um movimento que levou Getúlio Vargas ao Catete. Sem vice ao subir, Getúlio caiu sem vice em 1945, levando o presidente do STF (José Linhares) a se tornar a alternativa possível. Outro vice, Café Filho, assumiu quando do suicídio de Vargas, em 1954, sendo o primeiro protestante a subir à presidência do Brasil. Outro vice, João Goulart, tornou-se presidente em 1961, com a renúncia de Jânio Quadros. Pedro Aleixo foi impedido de assumir quando o marechal Costa e Silva teve um problema de saúde. Daqui em diante a memória de muita gente ajuda: desde a redemocratização, 3 vices (Sarney, Itamar e Temer) tornaram-se presidentes. Os três últimos apresentam em comum serem membros do PMDB. 
Partido surgido com o Ato Institucional número 2 (outubro de 1965) que dissolveu o pluripartidarismo e criou MDB e ARENA, uma oposição confiável e um partido da situação. Curiosamente, nas justificativas para o ato institucional, os militares usaram um argumento que, de alguma forma, foi repetido por muitas pessoas nas votações da Câmara e do Senado recentes. 
Dizia o texto : “A Revolução é um movimento que veio da inspiração do povo brasileiro para atender às suas aspirações mais legítimas: erradicar uma situação e um Governo que afundavam o País na corrupção e na subversão.” É uma característica quase universal dos movimentos políticos invocarem que falam em nome do povo e não de interesses partidários ou pessoais. Desde que o conceito povo entrou no vocabulário político do Ocidente, com a Revolução Francesa, ele tem sido usado para tudo, menos para os interesses do povo propriamente ditos. O nome povo sempre foi sagrado, mas o povo real sempre foi alvo de gás de pimenta. 
O MDB virou PMDB e continuou sendo uma frente ampla, sem uma posição clara sobre a maioria das questões. Acima de tudo, o partido virou peça estratégica. Por quê? Ele é suficientemente variado e amplo para poder estar associado a qualquer projeto político mais claro. Pode estar ao lado de um político tradicional como Tancredo Neves ou ao lado de um emergente da política como Collor. Também não faz má figura ao lado de um ex-operário socialista como Lula. Não existe contradição em termos porque não existem termos no PMDB. Não há negação de valores porque isto implicaria a existência deles. Eventualmente, críticos do governo FHC podem levantar pontos e medidas que contrariam a tradição sociológica do ex-presidente ou a alegada socialdemocracia do seu partido. 
Da mesma forma, inimigos da era Lula-Dilma podem demonstrar que o mercado financeiro foi beneficiado de forma estranha para a orientação esquerdista de ambos. Esqueçam o que escrevi ou deletem quem eu fui são frases inerentes ao exercício do poder real no Brasil. Porém, seria injusto alegar qualquer incoerência com o PMDB. Incoerência em relação a qual princípio? O PMDB foi convidado para estas chapas eleitorais não pelos valores, mas pela sua presença no legislativo federal e nas prefeituras, pela sua imensa atomização e maleabilidade. Sei exatamente o que pensam os deputados Bolsonaro ou Jean Wyllys. E um deputado do PMDB? O novo presidente da República, Michel Temer, anunciou que constituiria um ministério de notáveis e com cortes no absurdo número daquela esplanada. Retrocedeu nas duas decisões. Lógica da Realpolitik: não é o idealismo da transformação que marca a ação nem de Temer e nem do PMDB, mas da já gasta ideia do príncipe de Salina de Lampedusa, da mudança superficial para garantir a manutenção estrutural. 
Dilma levou tempo para entender que o cão de guarda furioso ajuda o dono, desde que muito bem alimentado. O curioso é que o PMDB foi escolhido por representar esta segurança. Sarney era o líder do partido que apoiou a ditadura e seu nome deveria acalmar conservadores sobre as intenções da Nova República. Itamar Franco era o contrapeso à ação coruscante de Collor. Temer cumpriu o mesmo papel. O PMDB garantia a blindagem do governo e esta quase autonomia bonapartista que marca Brasília em relação à nação. 
O poder dos bastidores, o conchavo de sacristia, as reuniões que decidem tudo antes de levar a questão já acordada para o plenário foram e são as marcas dos políticos profissionais. A política assim concebida, só entende valores como “clamor das ruas”, “respeito à constituição”, “bandeira da ética” ou outra qualquer como óleo a ser usado para lubrificar as engrenagens do poder. 
Democracia e povo são fundamentais, desde que, claro, não contrarie o objetivo prático e imediato do interesse político. Mas há um risco em passar de vice a titular. É o risco inerente a toda amante que deseja ser esposa. A vida alternativa tinha quase todos os benefícios e pouca exposição. Agora, a vidraça está exposta ao sol e ao alcance dos estilingues. 
Poderíamos inverter a frase de Jesus no Calvário: “Pai, eles podem ser perdoados? Não sei, mas eles sabem exatamente o que fazem”. Não duvide disto, leitor!
Texto: LEANDRO KARNAL - O ESTADO DE S. PAULO

https://www.facebook.com/notes/leandro-karnal-admiradores/cheios-de-fome-leandro-karnal-o-estado-de-spaulo/1625908351063102

segunda-feira, 9 de maio de 2016

O CÂNTICO DA TERRA

clubedobeco.blogspot.com

Eu sou a terra, eu sou a vida.
Do meu barro primeiro veio o homem.
De mim veio a mulher e veio o amor.
Veio a árvore, veio a fonte.
Vem o fruto e vem a flor.
Eu sou a fonte original de toda vida.
Sou o chão que se prende à tua casa.
Sou a telha da coberta de teu lar.
A mina constante de teu poço.
Sou a espiga generosa de teu gado
e certeza tranquila ao teu esforço.
Sou a razão de tua vida.
De mim vieste pela mão do Criador,
e a mim tu voltarás no fim da lida.
Só em mim acharás descanso e Paz.
Eu sou a grande Mãe Universal.
Tua filha, tua noiva e desposada.
A mulher e o ventre que fecundas.
Sou a gleba, a gestação, eu sou o amor.
A ti, ó lavrador, tudo quanto é meu.
Teu arado, tua foice, teu machado.
O berço pequenino de teu filho.
O algodão de tua veste
e o pão de tua casa.
E um dia bem distante
a mim tu voltarás.
E no canteiro materno de meu seio
tranquilo dormirás.
Plantemos a roça.
Lavremos a gleba.
Cuidemos do ninho,
do gado e da tulha.
Fartura teremos
e donos de sítio
felizes seremos.

Cora Coralina )